Patricia Cabot - Pode Beijar a Noiva

Quando Emma Van Court diz a James que pretende se casar com seu primo Stuart e acompanhá-lo até Faires na Escócia para dar aulas aos pescadores, ele fica indignado e tenta impedir seus planos. O casamento com Stuart não é o que James havia planejado para Emma, já que ele mesmo a desejava há muito tempo.
Mas, Emma se casa com Stuart e tem de enfrentar o prematuro falecimento de seu marido em uma epidemia de tipo. Alguns meses depois da morte de seu primo, James viaja para Faires a fim de auxiliar em algumas providências quanto ao falecimento. Ele acreditava que Emma já estaria em Londres e sequer imaginava que pudesse reencontrá-la. A simples possibilidade de revê-la o enchia de ansiedade. Porém, ao chegar à cidadezinha, James é surpreendido por constatar que Emma não havia partido de Faires. Além da surpresa em revê-la, James encontra um cenário curioso, quase todos os homens decidiram cortejar Emma. A razão? Ela recebeu a promessa de herdar uma fortuna, caso cumpra uma condição: casar-se novamente.
Apesar de amá-la há muito tempo, James sabe que não com a sua admiração. E, para conquistá-la terá de se dispor a mudar seu caráter de aristocrata e egocêntrico e se tornar a alma gêmea que Emma sempre desejou.

Resenha:

Esse foi o primeiro livro de Patrícia Cabot que li, o segundo foi Aprendendo a seduzir que é o meu preferido dela, por enquanto. Em Pode beijar a noiva, Emma, Stuart e James cresceram juntos. Emma sempre teve admiração por Stuart e estava sempre em algum tipo de discussão com James. Quando Emma informa James sobre seu desejo de se casar com Stuart não esperava pela explosão raivosa de James. Sem saber que James nutria afeição por ela e sabendo que ele desaprovava o casamento, Emma e Stuart decidem se casar mesmo contra a vontade da família e se mudam para Faire, na Escócia.

“Os olhos cor de avelã se tornaram de âmbar. Emma teve medo de encarar a ferocidade deles. Sem saber o que pensar arrependeu-se de ter aberto a boca. Tarde demais (pg. 15).”

O casamento dura seis meses. Stuart acaba morrendo quando a cidade tem um surto de tifo, porém não foi à doença que o matou. Depois da morte do marido Emma se torna herdeira de uma fortuna deixada pelo Sr. O’Malley, entretanto só poderá receber a herança aceitando se casar novamente. Assim sendo, o que não falta para Emma são pretendentes.

“- Bem, ela é uma mulher atraente e agora é rica. Se o senhor entende o que quero dizer (pg. 62).”

Desde que Emma chegou a Faires sempre achou que na sua vida faltava sorte. Vivendo na penúria, sem o marido, um monte de pretendentes interessados na sua herança. Entretanto sua sorte está prestes a mudar, mas ela ainda não sabe disso, com a chegada de James, o primo de seu falecido marido.
James chega a Faires tendo a certeza de que não encontraria Emma, mas quando a encontra e verifica a que condições a viúva de seu primo vive, fica horrorizado. A partir daí varias coisas vão acontecendo, até mesmo um duelo e brigas. O motivo: a viúva, atraente e agora herdeira de uma fortuna: Emma.

“James declarou, extremamente aborrecido, sem saber se era pelo discurso bombástico do juiz ou pelo fato de o barman ter admitido que propusera casamento a Emma (pg. 67).”

É uma leitura gostosa e suave, atraente e apaixonante. Com sensualidade e uma pitada de erotismo. Uma leitura rápida e envolvente. Gosto da forma como Patrícia Cabot desenvolve seus livros. Recomendo a leitura, principalmente para aqueles que gostam de romance de época.

“Emma creditava a si mesma a culpa. Ela iniciara tudo com um beijo de boa-noite que deveria ter sido um simples beijo. E como era uma criatura lasciva para não ceder aos seus instintos básicos, naquela noite o que ela mais desejava era ver o que estava sob o roupão de cetim de James (pg. 186).”





 Capa da nova edição 2016.







Titulo: Pode beijar a noiva
Autora: Patricia Cabot (Meg Cabot)
Ano de Lançamento: 2011
Paginas: 238
Editora: Planeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pelo seu comentário! Ele é importante para nós!

COLECIONANDO ROMANCES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIMENTO POR SOFISTICADO DESIGN.