Gabrielle Zevin - A Vida do Livreiro A.J. Fikry

Uma carta de amor para o mundo dos livros
“Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é
um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.

Resenha:
"Apesar de amar livros e ser dono de uma livraria, A. J. não gosta muito de escritores."
O livro é super curto, apenas 186 paginas, mas de uma profundidade que emociona e impressiona. Muito bem escrito, tem passagens bem humoradas, outras sarcásticas e alguns eventos tristes.
Gostei muito de ler esse livro e com certeza leria de novo, portanto, para leitores apaixonados, torna-se quase leitura obrigatória! O que torna esse livro especial é a forma como a autora estruturou o enredo. É livro que descreve mais sentimentos e emoções  dispensa diálogos longos.
"Pela experiência de Amélia, a maior parte dos problemas das pessoas seria resolvida se dessem mais chances às coisas."
A.J. é um cara estranho, todo mundo na ilha acha ele estranho, e até mesmo ele, sabe que é estranho. Mas parece e não quer se incomodar com a opinião alheia. Esse fato o torna um sujeito peculiar em seus gostos e suas escolhas, pois não tem amigos, vive amargurado por causa da perda da esposa. Mas um evento interessante faz com que A.J. se transforme, se torne outra pessoa, e a responsável por essa mudança, é uma criança. Uma menininha de dois anos chamada Maya.
"Me ama? Você nem me conhece", diz A.J. "Menininha, você não devia sair amando por aí tão fácil." Ele a puxa para perto. "Nossa jornada foi boa. Foram 72 horas deliciosas e, pelo menos para mim, memoráveis, mas algumas pessoas não ficam para sempre em nossas vidas."
Para finalizar, o livro é emocionante. Super indico a leitura, ainda mais por ser um livro curto. É um romance que foge dos moldes da moda, ou seja, sempre tem um final feliz. O final desse livro não é triste, mas isso não significa que o livro não seja. É um livro sobre a vida. De como vivemos e encaramos a vida e as pessoas ao nosso redor, a forma como lidamos com situações difíceis e de como tentamos nos readaptar com as mudanças que a vida impõe.
"Não de morrer, pensa. Mas um pouco desta etapa. Todos os dias resta um pouco menos de mim. Hoje sou pensamento sem palavras. Amanhã, serei um corpo sem pensamentos. e assim por diante."

Titulo: A Vida Do Livreiro A. J. Fikry
Autora: Gabrielle Zevin
Ano de Lançamento: 2014
Paginas:186
Editora: Paralela

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pelo seu comentário! Ele é importante para nós!

COLECIONANDO ROMANCES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIMENTO POR SOFISTICADO DESIGN.