Veridiana Maenaka - Onde o Amor se Esconde

Titulo: Onde O Amor se Esconde
Autora: Veridiana Maenaka 

Ano de Lançamento: 2015
Paginas: 350
Editora: Verus
Onde comprar 

Sinopse:
Na São Paulo do início do século XX, a jovem Glória sonha com o amor, ao contrário de sua amiga Marisa, cujo desejo é viver tão livremente quanto os homens.
Glória, de família tradicional, se casa com o homem escolhido por seu pai. Rico e ambicioso, porém emocionalmente distante, esse homem vê na esposa apenas uma prova de sua ascensão social. Incapaz de dar um herdeiro ao marido, Glória vive uma rotina de violência crescente, enquanto Marisa se casa com o pretendente que escolheu, um notório libertino.
A infelicidade de Glória a torna suscetível à sedução de outro homem, e eles têm um encontro avassalador, marcado pela descoberta sexual da jovem. Envolvida em uma trama de luxúria, Glória pode conhecer um prazer jamais imaginado, mas será essa a sua chance de viver um grande amor?
 

Resenha:
O livro é nacional e muito bem escrito e também original, apesar do conteúdo ser um tanto pesado. A história se divide em 3 partes: A Dor, O Prazer e O Amor. A personagem principal do livro é Maria da Glória, filha única de um advogado muito bem sucedido pertencente à elite paulistana. Glória se casa aos 17 anos com um homem muito mais velho que ela, casamento esse arranjado pelo seu pai. O que se passa a partir do casamento é pesado. A história tem muitos episódios de violência física e psicológica. Cenas cruéis e revoltantes. 
 "O tapa me pegou desprevenida e me jogou longe, uma dor aguda e latejante dominando todo o lado direito do meu rosto."
Na sequencia do livro, as cenas de violência se repetem, mas com requintes de crueldade cada vez maiores. Quando chega a segunda parte do livro, ainda há um pouco de violência, porém é mais branda, e o cenário muda para cenas de luxuria e desejo, coisa que até então Maria da Glória desconhecia, tanto por ser recatada quanto por ser criada na doutrina religiosa católica da época.
"Ele cai sobre mim, a cabeça em meu púbis, respirando fundo, compassadamente. Meu corpo está trêmulo e latejante, mas relaxado."
Depois que Maria da Glória sofre todos os tipos de violência possíveis e imagináveis, ela encontra o que procurava com anseio. Apesar do livro ser muito pesado, o final é emocionante, não digo lindo porque pra mim faltou um epílogo, amo livros com epilogo, pois sempre quero saber o que aconteceu depois! Parece que a história terminou sem ter um fim propriamente dito, mas que fica na imaginação do leitor.
Apesar de tudo, gostei do livro, mas não leria de novo. Se recomendo? Só para aqueles que tem o espírito forte e não se abalam com o quão longe pode chegar a imaginação de um autor ou a maldade humana. Mas é um bom livro, com um enredo bem construido e acredito que o conteúdo não seja pura ficção, mas sim um relato dramático de uma situação que poderia ser comum na época.

 "De algum modo eu começava a sentir algo... E a cada dia o sentimento crescia. Eu não entendia sua distância, sua insistência em tratar-me como amiga."

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi!!
    É primeira resenha que leio desse livro e estou em choque, pois não imaginava que se tratava de uma trama tão pesada e dramática.
    Minha nossa eu não quero ler esse livro, parece ser uma história que causa muita revolta no leitor.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia o livro e, sinceramente, não me interessei por ele. Não é m tipo de leitura que me agrade e também não gostei da capa

    ResponderExcluir
  5. Oiii, tudo bem?
    Realmente não conhecia esse livro e achei a trama bem forte e dramática, coisa que realmente me agradou porque faz tempo que não leio algo assim.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Gosto de tramas fortes assim, ainda não tinha lido nenhuma resenha dessa obra, e gostei! Eu não me importo com cenas chocantes, nem nada do tipo, mas claro que dá uma coisinha ruim, rsrs. Mas leria a obra com certeza!
    beijo
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Eu não conhecia esse livro e nem o autor, gostei da temática do livro e adorei sua resenha. Já vou colocá-lo na minha lista de leituras desse ano. Beijos.
    Denise
    www.embarcandonaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Sophia, tenho muita curiosidade de ler esse livro porque já ouvi falar muito dele, mas confesso que quando você falou que só se não tiver problemas até onde vai a maldade humana fiquei meio assim e talvez eu não goste tanto, mas quero ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro, e só de ler a sua resenha eu percebi que não encararia a leitura da obra. Apesar de o livro retratar a realidade de muitas mulheres, eu não me sinto bem ao imaginar tudo isso. Tô me sentindo meio em choque agora (isso pq só li a resenha)..

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  10. Nossa gente que livro, a capa parecer ser um romance brando e de repente sou pega lendo sobre uma historia que vai da violência a descoberta do prazer, não é bem meu estilo preferido então não entra na minha listinha, mas sua resenha da para deixar qualquer um curioso com a ideia da trama.

    http://www.coisasdemineira.com/

    ResponderExcluir
  11. Reparei que a sinopse do livro cita Marisa, amiga de Glória... essa personagem é importante pra trama? Ou serve mais pra comparação do tipo de vida das personagens mulheres mesmo?
    Normalmente eu acho que não leria uma história sim, essa parte de descoberta sexual e tal não me atrai, mas fiquei sim interessada pela história. Não que eu ache legal violencia, Deus nos livre, mas acho um tema interessante quando abrdado no meio de histórias assim.

    ResponderExcluir
  12. Ooi! Menina, esse livro deve ser uma tristeza só... Eu acho que não conseguiria ler um livro onde a protagonista sofresse tudo isso. Tenho trauma de relacionamento abusivo e quando pego algum livro que tenha algum assim já fico tensa, nervosa. Agora um basicamente focado nisso eu acho que seria demais para mim.
    Beijos
    Estilhaçando Livros
    Conheça o novo Cantar em Verso

    ResponderExcluir
  13. Olha vou ser sincera, mas sincera mesmo, mesmo que talvez seja retratado de uma época, e até entendo essa questão mais pesada que a autora queria colocar, eu achei um absurdo, me pareceu um romance que beira a obsessão e o mais absurdo, me corrija se eu estiver errada, a personagem aceitou e gostou? Espero que eu tenha entendido errado, mas se for isso mesmo, é um livro que eu particularmente não leria, compreendo, o tema é pesado, a violência e tal, até estou acostumada, pois meu gênero favorito é o policial e terror, mas a trama proposta por Onde o Amor de Esconde é um pouco demais para mim... Enfim, infelizmente não é um livro que eu leria.

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir
  14. Olá! Adorei a resenha, pois gosto muito de livros fortes, com temas polêmicos, como esse da violência doméstica e da escolha do esposo ser feita pela família da personagem principal.
    Vou procurar para ler.
    Valeu a dica!
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. AAiaiaiiaia esse livro não é para mim não hauhauahua, não gosto muito de livros com violência, porque me dá uma aflição e uma dor apertada, não aguento ahauahuah. E olha livros sem epílogos são complicados mesmo ahuahauha, não sabemos se gostamos ou se odiamos ahauhauah.

    ResponderExcluir
  16. Oie é a primeira vez que vejo esse livro, e lendo a sinopse já imaginei que ele seria forte, agora lendo a sua resenha eu tenho certeza de que ele é realmente forte, eu não sei se conseguiria ler, eu me apego muito aos personagens e sofro com elas, acredito que sofreria muito com a Glória. Mais pelo menos teve um final feliz isso me agradou.

    Bjs Lyh

    Blog Rascunhos da Lyh

    FanPage

    Instagram

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo seu comentário! Ele é importante para nós!

COLECIONANDO ROMANCES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIMENTO POR SOFISTICADO DESIGN.