Meu Vício - Kell Teixeira

Titulo: Meu Vício
Autora: Kell Teixeira
Ano: 2015
Paginas: 387
Editora: Bezz
Onde Comprar
Sinopse:
Elena Tyner é uma garota comum de dezenove anos que cursa psicologia. Devido a uma criação tradicional, assim como a sociedade em sua maioria, ela possui preceitos e preconceitos contra usuários de drogas, passando até ter repúdio pelos mesmos. Mas tudo muda quando ela faz uma entrevista com um usuário, se envolve e passa a ver o outro lado da história. Nesse drama é relatado de forma clara e espontânea a amarga experiência que é conviver, amar, e presenciar uma pessoa entregar sua vida para as drogas... Um caminho obscuro e muitas vezes sem volta... Falar sobre dependência química é muito forte, muito atual e de suma importância. Mostrar todo sofrimento do dependente e de todos ao redor de forma tão realista e interessante, faz com que a gente vivencie o sofrimento junto com Maycon e Elena. E sinta o amor surgindo no meio das trevas, da dúvida. Um amor puro e sincero, porém não aceito.

Resenha: 
*** SPOILER ***
Pra quem pouco ou nada sabe sobre minha vida, há 19 anos quase 20 trabalho com eventos/festas/shows ... trabalho para um grupo que tem diversos segmentos de entretenimentos desde restaurantes à baladas (funk/rap/sertanejo/pgode e eletronico ou mais conhecido como Rave). Porque iniciei com esta "apresentação" que nada tem a ver com o livro? Por que tem tudo a ver com o vício ... drogas, bebida. Neste livro veremos a história de Maycon e Elena. E...eu conheço muitos "Maycons" e muitas "Elenas" ... Quando nasce uma criança a pessoa que cria esta criança com amor e carinho, independente de ser pai/mae/vó ou alguém que a adotou quer que cresça e seja uma pessoa feliz ... acima de tudo e de qualquer coisa que se torne um ser humano feliz. Neste livro me emocionei profundamente. Conheci pessoas que fizeram parte do mundo das drogas e venceram o vício, mas assim também conheci as que lutaram e perderam, e também as que nem lutaram somente se entregaram. aqui na história Elena lutou muito com o Maycon e pelo Maycon. Até quando o próprio maycon tinha desitido, ela continuou. pena que nem sempre todos tem essa mesma sorte. Eu acredito que somos capazes de tudo inclusive de sair de um mundo como o das drogas, mas é necessário uma extrema e absoluta força de vontade e apoio. Pois sozinho até pode ser possível mas será muito mais tenebroso o caminho a percorrer. Se engana imensamente quem afirma que drogado só é violento pelas drogas. Conheço pessoas violentas sãs assim como drogados que são pessoas carentes de atenção e de afeto/carinho. Cative um usuário de drogas e tenho certeza que lhe será bem mais fiel do que qualquer outro "amigo". O problema são os rótulos usados pela sociedade. É automatico para a maioria da sociedade ver um negro correndo e pensar em assalto...Ver um gordo e pensar que ele tem que fazer regime... Uma pessoa de regata, bermuda e havaiana e pensar que vai pedir algo se atravessar e vir para perto de você... Ver um rapaz de cabelo comprido e pensar em homo ou bisexual... Tudo são rótulos, nossa sociedade rotula a tudo e a todos. E aprendemos isso desde pequenos. Antes de dar continuação ... quero lhes perguntar algo que me deixa curiosa? Pq quase todos nós temos a necessidade de julgar? ... Parem e pensem na minha pergunta de agora:
---- Qual é o seu vício?
- LER? ... COMER? ... SEXO? ... JOGO? ... CIGARRO? ... BEBIDA? ... DROGA? ... ADRENALINA? ... OUVIR MUSICA? ... USAR O CELULAR? ... Bem são tantas as opções que podemos classificar como vício....
" Era uma vez uma garota que acreditou na luz do amor. Agora, ela não sabe o que fazer, pois está sempre no escuro..." ... Vemos aqui uma história de amor assombrada pela entrega a dependencia química. Elena que desdenhava de usuários de droga ao fazer um estágio de psicologia se depara com o mais sublime e arrebatador amor. Aquele amor que só entrega e nada cobra. O amor que resgata mesmo sem saber se conseguirá ter forças para salvar. O amor que guerreia mesmo que já se tenha levantado a bandeira dando a vitória ao inimigo....
"O amor é o sentimento mais forte que te une a alguém. Suas correntes invisíveis penetram a alma, mas arrancam o coração." ... Elena tem 19 anos e acreditava saber de tudo até que entrevista Maycon ... "Odeio o fato das pessoas me olharem como eu fosse apenas um viciado ou quando elas me chamam disso pelas costas. Elas se esquecem de que, antes de tudo, somos seres humanos e devemos ser tratados com respeito. E, no fim das contas, compro com meu dinheiro. Trabalho para isso e não devo satisfações a ninguém! " Maycon é sim dependente químico, mas isso faz dele melhor do que eu? do que você?
Pra mim realmente não faz ... pena que pra muita gente faz :(
Aqui veremos a batalha dele pra se encontrar como pessoa, como ser humano. Vemos a luta que é ter um vício.
O amor tudo pode, tudo vence ... <3
O amor é com certeza a força mais poderosa e suprema que move o mundo ... pode o amor vencer a batalha das drogas? Maycon duela essa árdua batalha, junto com Elena que literalmente é seu anjo da guarda ... eles vencem?
Pois ... eu chorei, lutei, me desesperei, mas também vivi a esperança, a alegria da superação e a angustia de não haver o que fazer ... Pois cabe somente a quem tem uma dependencia vencê-la e por mais que apoiemos ... só podemos assistir a derrota ou a vitória!!!!!
LEIAM ... só digo que vale a pena ... e, muito!!!!
Mega recomendo! 
Bjs da RÊ!

20 comentários:

  1. Nossa que resenha profunda. Deu pra notar que o livro mexeu de verdade com vocêe isso já é um ponto alto para eu colocá-no na minha lista.
    Bacana vc traçar esse paralelo da literatura com sua vida. Sua proximidade com pessoas viciadas e vc falou bem, comer, usar celular ou malhar (acredite) tudo que é demaisse torna vício. Nada assim é saudável.
    Caraca. Vou procurar essa obra apenas por causa da sua resenha. Eu não leria esse livro em circunstâncias normais. Valeu MESMO a dica.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieeerr Camila 😀
      Então .... creia q me surpreendi por gostar tanto da obra. Também não faz meu "estilo" de leitura. Mesmo assim me rendi 😀
      Volte me dizer o que achou do livro ....ok!
      Bjs da Rê! <3

      Excluir
  2. ooi, ainda não conhecia o livro, mais tem uma otimo enrendo, chamou bastante a minha atenção, e o jeito que descreveu ele ficou muito bom, obrigada pela dica!
    beeijos
    bellapagina.blogspot.com.br
    Face: Bella Pagina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leeeee.
      Obrigada por gostar e comentar aq 😀
      Volte me contar sua opinião.
      Bjs da Rê! <3

      Excluir
  3. Olá,
    Sei muito bem como é vivenciar a experiência de ter uma pessoa conhecida entregue às drogas e é muito difícil.
    Adorei conhecer a obra e achei sua resenha incrível!! Dica super anotada.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por gostar Mi.
      Quero saber sua impressão qdo ler.
      Bjs da Rê! <3

      Excluir
  4. Bha, eu muito romântica aqui achando que o título remetia à algum tipo de vício relacionado ao amor e paixões, mas não pelo visto é um livro mais forte que isto, mais marcante, considero isto um ponto à favor, precisamos mesmo de livros com conteúdo e graças à sua opinião, eu adoraria lê-lo.

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van é marcante SIM.
      Intenso ao extremo e Tmb tem o lado romance. Venha me dizer o q achou qdo ler tá bem?
      Bjs da Rê! <3

      Excluir
  5. Oi, Sophia!
    Pela sua resenha deu para perceber que o livro mexeu com você durante a leitura né? Histórias assim são ótimas porque além de nos envolver com a trama, nos faz pensar em coisas da nossa vivência. Sua resenha me deixou muito interessada no livro, vou colocar na lista e ler assim que possível!
    Bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória.
      O grupo é da Sopfia mas a resenha é minha rsrsrsrs mas sem crise ..... Q ótimo q curtiue vão ler. Volte com seus comentários qdo ler tá bom.
      Bjs da Rê! <3

      Excluir
  6. Esse assunto de dependência química é algo que me incomoda muito, sim, eu sei, essas pessoas precisam de ajuda e não de preconceito. Mas já acompanhei casos inclusive na família que não tiveram finais nada felizes, não adiantou apoio, não adiantou ajuda; vi gente roubar e machucar pessoas mais fracas por causa do vício, então dispenso leituras assim, já me basta a realidade. Mas que bom que gostou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju.
      E então .... Tmb convivo mas existem exceções como em tds lugares e histórias. Há finais tristes e felizes né! Igualzinho a vida real.
      Obrigada por comentar.
      Bjs da Rê!
      <3

      Excluir
  7. Oi Rê.

    Sua resenha mostrou que o livro é bem forte e pela capa não imaginava ser dessa maneira. Achei bacana como mencionou os rótulos que a sociedade obriga as pessoas serem e quero ler este livro o mais rápido possivel.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieeeee Kenia
      Obrigada por gostar.
      Espero q vc curta Tmb.
      Venha me contar ok?
      Bjs da Rê😀

      Excluir
  8. Oi Rê, sua linda, tudo bem?
    Esse assunto é muito delicado. Eu entendo a parte do preconceito, mas precisamos ter cuidado, pois drogas destroem o ser humano e todos os que estão a sua volta. A pergunta que eu faço não é porque as pessoas julgam as outras e sim, porque alguém se droga. Todo mundo sabe que ela é mortal, então, porque alguém quer se matar? E é a mais pura verdade, só ele pode se salvar. E mesmo aqueles que querem, podem não conseguir. Pois uma vez drogado, será drogado pelo resto da vida, pois é um vício, eles lutam diariamente, não tem como ficar curado. Mas um motivo para eu repetir a pergunta: porque alguém se droga? Espero que a autora não tenha esquecido de fazer esse alerta e que não tenha romantizado um problema real e muito grave. Parece ser um leitura dura, devastadora, mas necessária. Dica mais do que anotada. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila.
      Garanto q não foi romantizado.
      É realidade nua e crua.
      Qto a sua pergunta não há respostas....pois se houvessem resolveriam as tentativas de suicídio, as transas sem camisinha arriscado a pegar aids, a dirigir bêbado. Tds essas coisas q citei são risco iminente de morte e tds dias milhares de pessoas fazem assim Tmb com as drogas.
      Pq?
      Haaaaaa se alguém tivesse a resposta!
      Salvaria milhares de filhos, pais, esposas e famílias inteiras.
      É um puta livro. Acredite me surpreendeu muito.
      Bjs da Rê! <3

      Excluir
  9. Oie!
    Eu fiquei um pouco receosa com seu aviso de spoiler, então eu li só superficialmente.
    Mas a personagem sendo estudante de psicologia com preconceitos com dependentes, sei lá, que bom que ela melhorou isso ao longo da história.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nati meu spoiler jamais vai entregar algo importante da história. Leia sem medo.
      Qto aos pré e preconceitos infelizmente tds temos e eu e mesmo vc não somos excessão.
      Se ler volte me contar o q achou.
      Bjs da Rê!<3

      Excluir
  10. Oi Rê! Legal você comparar assim o livro com as coisas que você já viu na sua vida. Drogas é mei oque um tabu eu acho, as pessoas nunca sabem direito sobre o assunto, julgam tudo e não aceitam. Acho legal que a autora tenha usado esse tema num romance. Fiquei bem curiosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nat :D
      Então .... o que posso te dizer?
      Drogas é um dos males da sociedade atualmente. Mas há tantos outros né? somos julgados e pre julgados tds os momentos e em tds os lugares. O livro é muito real e mostra como é foda conseguir vencer as drogas mas poderia ser relatado qquer outro vicio aq foram as drogas. A autora foi bem realista na dicertação da historia, ou seja tem romance? tem mas tem muita dor, sofrimento, panico, medo - medo de não conseguir e medo de nao ser capaz de vencer a droga que é um dos piores males atuais.
      Se vc ler volte me contar sua impressão ...ok!
      Bjs da Rê! <3

      Excluir

Muito obrigada pelo seu comentário! Ele é importante para nós!

COLECIONANDO ROMANCES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIMENTO POR SOFISTICADO DESIGN.